rede-rs-cidade-2024-plataforma-brasil-inovador-rio-grande-sul-ceo-sos-plano-reconstrucao-retomada-economica-doacoes-governo-gabriel-souza-ocergs-cooperativa
rede-rs-cidade-2024-plataforma-brasil-inovador-rio-grande-sul-ceo-sos-plano-reconstrucao-retomada-economica-doacoes-governo-gabriel-souza-fenadoce-pelotas-feira
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-fenasoja-santa-rosa-9
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-plataforma-cna-senar-agronegocio-expointer-confirmada-governo-rs-2

SESI-RS E SENAI-RS intensificam ações de apoio aos atingidos pelas enchentes

SESI-RS E SENAI-RS intensificam ações de apoio aos atingidos pelas enchentes

SESI-RS E SENAI-RS INTENSIFICAM AÇÕES DE APOIO AOS ATINGIDOS PELAS ENCHENTES

As unidades do Serviço Social da Indústria (Sesi-RS) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS) mantêm a mobilização no auxílio aos flagelados do Rio Grande do Sul. Nesta quinta-feira, 20 funcionários do Senai Carlos Tannhauser, em Santa Cruz do Sul, iniciaram um trabalho de limpeza e recuperação de computadores danificados. Na mesma região, os profissionais e alunos do Senai de Venâncio Aires atuam na separação e organização de doações, auxílio e manutenção de computadores e reparos elétricos.

Em Lajeado, uma das cidades mais atingidas pelas inundações, no Vale do Taquari, entre as ações realizadas pelos funcionários destacam-se apoio à escola municipal, na limpeza de casas, produção de alimentos para comunidade e empresas com recursos próprios da equipe, conserto de eletrodomésticos danificados pela enchente e apoio na cozinha Comunitária. Além disso, há também a colaboração para descarregamento de carretas, distribuição de roupas para abrigos, limpeza e manutenção das unidades de Lajeado e Teutônia.

Outras ações que o Senai-RS vem executando ao longo da semana: a equipe do Senai de Nova Prata esteve no Hospital de Nova Bassano ajudando a recuperar a parte elétrica do prédio, que ficou avariado com as chuvas e parou de operar. Também consertou portões de garagens e recolheu eletrodomésticos para colocá-los novamente em operação.

Ao mesmo tempo, o Senai Farroupilha produz 50 cobertores para serem utilizados pelos desabrigados, e são doados já higienizados e empacotados. Uma equipe do Senai de Santa Cruz do Sul auxiliou na limpeza de residências e eletrodomésticos no município.

Além disso, o Instituto Senai de Tecnologia Calçado e Logística, de Novo Hamburgo, confecciona calçados para serem doados à comunidade. Em Garibaldi, o Senai-RS colabora com a distribuição de mantimentos no aeroclube local, de onde a Defesa Civil sai para entregar às comunidades do Estado atingidas. O Senai-RS colocou ainda seus profissionais para trabalharem junto às unidades do Serviço Social da Indústria (Sesi-RS) no acolhimento a desabrigados.

SESI-RS

Por meio do Sesi-RS, a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul oferece acolhimento aos desabrigados no Estado. Estão sendo atendidas pelo menos 12 cidades gaúchas de diferentes regiões, em um trabalho que terá continuidade nos próximos dias.

São ações como atendimentos em saúde física e mental, com disponibilização de ginásios para abrigo e voluntários, além do oferecimento – a partir dos encaminhamentos feitos por prefeituras, Defesa Civil e doações da sociedade – de alimentação, kits de higiene, colchões, travesseiros, roupa de cama e vestimentas, entre outros itens.

Na Serra gaúcha, o Centro Esportivo da unidade de Caxias do Sul atua em parceria com a Fundação de Assistência Social (FAS) do município. A média de pessoas abrigadas, nos últimos dias, é de 50 pessoas, com uma equipe de voluntários de, aproximadamente, 25 pessoas diariamente. A unidade do Sesi-RS Rubem Berta, na capital gaúcha, atendia a 251 abrigados nesta quinta-feira – a capacidade do local é de 300 pessoas. Já em Canoas, uma das cidades mais atingidas na Região Metropolitana, o ginásio do Sesi-RS recebe 350 pessoas.

A entidade segue, ainda, cadastrando voluntários para atuar nas unidades de atendimento. Há necessidade de pessoas que possam dar apoio em diversas frentes, bem como de profissionais da saúde. Na ficha, é possível informar a possibilidade de data, horário e local mais adequado a cada pessoa disponível para a ação voluntária. Como ajudar – Para contribuir com doações para os Bancos Sociais da FIERGS, os canais são Banco do Brasil, Ag. 3418-5, conta corrente 6610-9, Av. Assis Brasil Brasil, 8787, CNPJ 07018374/0001-83 ou pelo PIX financeiro@bancossociais.org.br.