rede-rs-cidade-2024-plataforma-brasil-inovador-rio-grande-sul-ceo-sos-plano-reconstrucao-retomada-economica-doacoes-governo-gabriel-souza-ocergs-cooperativa
rede-rs-cidade-2024-plataforma-brasil-inovador-rio-grande-sul-ceo-sos-plano-reconstrucao-retomada-economica-doacoes-governo-gabriel-souza-fenadoce-pelotas-feira
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-fenasoja-santa-rosa-9
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-plataforma-cna-senar-agronegocio-expointer-confirmada-governo-rs-2

RS: Secretaria da Agricultura disponibiliza R$ 40 milhões em horas-máquina para municípios em situação de calamidade pública

RS: Secretaria da Agricultura disponibiliza R$ 40 milhões em horas-máquina para municípios em situação de calamidade pública

Secretaria da Agricultura disponibiliza R$ 40 milhões em horas-máquina para municípios em situação de calamidade pública

Para ajudar na desobstrução e reconstrução de estradas e áreas rurais mais afetadas pelas chuvas, a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) está destinando recursos em horas-máquinas para os 78 municípios em situação de calamidade pública em razão da enchentes. Ao todo são R$ 40 milhões do Tesouro do Estado e cada cidade receberá R$ 500 mil em horas-máquinas para a utilização de equipamentos, como caminhões, escavadeiras, motoniveladoras e rolo compactador.

Os recursos auxiliam na limpeza de estradas vicinais; no desassoreamento de rios, arroios e riachos; e na reconstrução de cabeceiras de pontes. A liberação do recurso por meio da Seapi é possível porque o Estado possui contrato vigente para horas-máquinas, que acompanham o operador e combustível. Além disso, o governo auxiliará as municipalidades com a elaboração do plano de trabalho.

“Esses recursos são extremamente necessários para a reestruturação dos municípios nesse momento, principalmente para a liberação de acessos a zonas rurais. A Secretaria da Agricultura vai auxiliar as municipalidades com a documentação nesse momento de calamidade, para dar mais celeridade ao processo”, afirmou o secretário da Agricultura, Giovani Feltes.

Os municípios que precisam, por exemplo, de um kit com um caminhão caçamba, uma escavadeira, uma motoniveladora, uma retroescavadeira e um rolo compactador conseguem manter as máquinas por 40 dias no município com o valor de R$ 500 mil. Já um kit com dois caminhões caçambas, uma retroescavadeira e uma motoniveladora, por exemplo, atua por quase 56 dias no município com o mesmo valor. O kit de máquinas é montado de acordo com a necessidade de cada localidade.